Nossos Autores
Dalai Lama
Dalai Lama

O Dalai Lama nasceu a 6 de julho de 1935, com o nome de Lhamo Thondup, em uma família pobre residente de Taktser, província de Amdo. O nome, Lhamo Thondup, significa literalmente "Deusa Cumpridora de Promessas". Taktser (Tigre Trovejante) era um povoado pobre e pequeno, situado numa colina de onde se descortinava um grande vale. "Seus campos não tinham sido povoados ou arados por muito tempo, eram apenas utilizados pelos nômades como pasto para gado. Isto se devia à imprevisibilidade do clima naquela região", escreve o Dalai Lama em sua autobiografia Liberdade no Exílio. "Durante minha infância, minha família era uma das vinte e poucas famílias que tentavam viver precariamente daquela terra".

Os pais do Dalai Lama eram pequenos agricultores que plantavam principalmente cevada, trigo sarraceno e batatas. O pai do Dalai Lama era um homem de altura mediana com um gênio intempestivo. “Eu me lembro de puxar o seu bigode uma vez e de ter levado uma surra por meu atrevimento”, recorda o Dalai Lama. "Apesar disso, ele era um homem generoso que nunca guardava rancores". O Dalai Lama se refere à mãe como "indiscutivelmente uma das pessoas mais generosas que eu já conheci".

Naquela época, o Dalai Lama tinha uma irmã e três irmãos, todos mais velhos. Tsering Dolma, a criança mais velha, era dezoito anos mais velha do que o Dalai Lama. Os três irmãos mais velhos do Dalai Lama eram Thupten Jigme Norbu — o mais velho, que já tinha sido reconhecido como a reencarnação de um alto lama chamado Taktser Rinpoche — Gyalo Thondup e Lobsang Samten.

"É claro que ninguém fazia a menor idéia de que eu poderia ser qualquer coisa além de um bebê comum. Era praticamente impensável que mais de um tulku (reencarnação) pudesse nascer na mesma família e, certamente, meus pais jamais pensaram que eu pudesse se proclamado o Dalai Lama", escreve Sua Santidade.

Da mesma forma, eu mesmo não tive qualquer tipo de premonição do que estava por vir. Minhas memórias mais antigas eram bastante normais”. Entre outras, o Dalai Lama se recorda de uma memória muito antiga de estar observando um grupo de crianças brigando e de correr para se juntar ao lado mais fraco.

Eu me lembro que um dos meus passatempos favoritos quando criança era de ir com minha mãe para o galinheiro para pegar os ovos e, depois, ficar para trás. Eu gostava de me sentar nos ninhos das galinhas e de fazer sons que imitavam seu cacarejo. Outro dos meus passatempos prediletos na infância era fazer minhas trouxas como se estivesse prestes a ir em uma longa viagem. Eu vou para Lhasa, eu vou para Lhasa”, eu dizia. Isto, aliado à minha insistência de que eu fosse sempre permitido sentar-me à cabeceira da mesa, foi posteriormente considerado como uma indicação de que eu devia ter sempre sabido que estava destinado a coisas mais importantes&rdquo.

Acredita-se que o Dalai Lama seja a reencarnação de cada um dos treze Dalai Lamas do Tibet que o precederam (sendo que o primeiro nasceu em 1351 AD), que, por sua vez, são considerados como manifestações de Avalokiteshvara, ou Chenrezig, Bodhisattva de Compaixão, detentor da Lótus Branca. O Dalai Lama também é considerado uma manifestação de Chenrezig, na verdade, o septuagésimo-quarto em uma linhagem que pode ser relacionada a um menino brâmane que viveu na época de Buda Shakyamuni.

Freqüentemente me perguntam se eu realmente acredito em tudo isto. A resposta não é tão simples quanto parece. Mas aos cinqüenta-e-cinco anos de idade, quando eu considero minha experiência durante esta vida atual, e dadas as minhas crenças budistas, eu não tenho dificuldade alguma em aceitar que eu seja espiritualmente conectado tanto aos treze Dalai Lamas anteriores, quanto a Chenrezig e ao próprio Buda”.

A biografia completa do Dalai Lama pode ser encontrada no livro Minha Terra e Meu Povo, publicado no Brasil pela Editora Sextante.

Outros Livros
Do autor
Encontre um título
Busca avançada
Os livros
Mais Vendidos Lista completa
homem mais inteligente da história, O
Autor: Augusto Cury
Gênero: Ficção
Poder do agora, O
Autor: Eckhart Tolle
Gênero: Autoajuda, Espiritualidade
Segredos da mente milionária, Os
Autor: T. Harv Eker
Gênero: Autoajuda
História da riqueza no Brasil
Autor: Jorge Caldeira
Gênero: Não Ficção
Fazendo as pazes com o corpo
Autor: Daiana Garbin
Gênero: Autoajuda
homem mais feliz da história, O
Autor: Augusto Cury
Gênero: Ficção
Vicente Falconi - O que importa é resultado
Autor: Cristiane Correa
Gênero: Administração e Negócios, Biografias
Atenção plena - Mindfulness
Autor: Dr. Danny Penman, Mark Williams
Gênero: Autoajuda
Monge e o executivo, O
Autor: James C. Hunter
Gênero: Administração e Negócios, Autoajuda