Pedir, agradecer, admirar Baixe um trecho do livro Onde comprar
Gênero Espiritualidade
Ficha Técnica
Lançamento: 28/03/2014
Título original: Pedir, agradecer, admirar
Tradução: Simone Lemberg Reisner
Formato: 14 x 21 cm
Número de Páginas: 112
Peso: 0.13 kg
Acabamento: Brochura
ISBN: 9788543100814
EAN: 9788543100814
Preço: R$ 29.90
E-Book
eISBN: Não especificado
Preço: R$ 19.99
Adicione em sua estante
Pedir, agradecer, admirar
Anne Lamott
Anne Lamott (mais do autor)

Anne Lamott nasceu em São Francisco, Estados Unidos. Estudou no Goucher College, instituição especializada em ...

“Eu oro porque não posso me ajudar. Eu oro porque estou desamparado. Eu oro porque a necessidade flui em mim o tempo todo, dormindo ou acordado. Isso não muda Deus. Isso me muda.” – C. S. Lewis

Orar é entrar em contato com uma força maior do que nós mesmos em busca de acolhimento, fortalecimento e compreensão. Em geral, oramos quando precisamos de ajuda, nos sentimos gratos ou queremos expressar nossa admiração – essas são três formas poderosas de nos comunicarmos com Deus.

Neste livro, Anne Lamott fala sobre a necessidade de entrar em contato com um poder superior para enfrentar o dia a dia e levar a vida adiante. Mas não faz isso em tom professoral. Pelo contrário.

Lamott é mundialmente conhecida por sua maneira descontraída de abordar assuntos profundos. Com um texto divertido e honesto, ela mostra que orar não é pronunciar palavras prontas, e sim deixar o coração falar. Mesmo que tudo o que ele tenha a dizer seja: “Deus, não sei se você existe, mas, se existir, por favor, me ajude.”

Em Pedir, Agradecer, Admirar, ela analisa cada uma das formas de oração e nos ajuda a lidar melhor com as dificuldades cotidianas. Suas palavras transformadoras e sua visão peculiar da espiritualidade abrem nossa mente para um entendimento maior do que significa aceitar e abraçar a dor, a beleza e os mistérios da vida.

****

“Cada pessoa se sente e se expressa de um modo particular quando ora. Algumas entram em estado de profunda meditação, buscando esse contato em seu interior. Outras se manifestam com espontaneidade em seus pedidos, agradecimentos e expressões de dor, raiva, desolação ou louvor.

Mas a oração em si é um pressuposto de que, de alguma maneira, acreditamos que somos convidados a um relacionamento com alguém que nos ouve quando nos dirigimos a ele, seja em voz alta ou em silêncio.

Podemos orar pedindo coisas (‘Meu Deus, me ajude a comprar uma casa’); por pessoas (‘Por favor, cure o câncer do meu amigo’); para ter uma vida feliz, ser tolerantes com nossos defeitos ou complacentes com os dos que nos cercam. E até mesmo entoar: ‘Meu Deus, eu sei que já pedi muito, mas, por favor, me ajude a sair dessa depressão.’

Há outros momentos em que podemos nos sentir tão injustiçados com o que está acontecendo que somos capazes de gritar ou sussurrar para nós mesmos: ‘Deus, eu te odeio.’ Por incrível que pareça, isso também é uma oração, porque é um reconhecimento da existência de Deus e uma expressão muito sincera de um sentimento.

Podemos dizer qualquer coisa a Deus. Tudo é oração.”

comments powered by Disqus
Os livros
Mais Vendidos Lista completa
Segredos da mente milionária, Os
Autor: T. Harv Eker
Gênero: Autoajuda
Poder do agora, O
Autor: Eckhart Tolle
Gênero: Autoajuda, Espiritualidade
homem mais feliz da história, O
Autor: Augusto Cury
Gênero: Ficção
coisas que você só vê quando desacelera, As
Autor: Haemin Sunim
Gênero: Espiritualidade
homem mais inteligente da história, O
Autor: Augusto Cury
Gênero: Ficção
Monge e o executivo, O
Autor: James C. Hunter
Gênero: Administração e Negócios, Autoajuda
Atenção plena - Mindfulness
Autor: Dr. Danny Penman, Mark Williams
Gênero: Autoajuda
Você é insubstituível
Autor: Augusto Cury
Gênero: Autoajuda